ÁGUIA – Consultoria Hoteleira Especializada

Dificuldades são para Profissionais

Custos:Reduzir ou Diluir – Eis a Questão.

Custos, de Olho Neles
Custos, de Olho Neles

Reduzir custos, qualquer um reduz, ou pelo menos assim pensa, pois as atitudes inerentes ao fato, muito provavelmente vão mostrar num futuro muito próximo que a operação não deu exatamente o resultado previsto.

Administração, não se faz por promissórias, se esta não dá vamos ver a próxima. Isto é uma atitude de amadorismo que cada vez mais deixa de ter aceitação plausível no nosso meio.

Casos há em que a redução se faz necessária e proceda-se a ela, mas é preciso ponderar exatamente quais as implicações de tal atitude, pois o que se deseja com ela é a redução pura e simples e não complicar modelos de operação cujo conserto se torne depois demasiado caro.

Porque a diluição, se eu tenho uma estrutura, com um custo fixo e uma rentabilidade “X” tudo o que eu tenho que fazer é traçar os planos, para que esta estrutura me leva à rentabilidade “X+10” e é espantoso o que se consegue com este tipo de raciocínio, e é muito gratificante percebermos, que o mesmo que nos rendia o “X” foi otimizado e passou ao novo resultado.

É possível neste tipo de administração envolver e fortalecer as equipes, fazer com que elas se tornem muito mais a parte do nosso TODO.

É muito mais fácil motivar para grandes resultados positivos, quando mostramos que, apenas com um pouquinho mais, estes já começam a aparecer. Assim por vezes não só se salvam estruturas inteiras, como se transformam equipes medíocres, em verdadeiros vencedores.

Redução de custos, em especial por corte de pessoal é, na maioria das vezes sinônimo de comodismo. E o resultado nunca é positivo.

Custos a gente dilui. E com isso Otimizamos resultados.

26/06/2009 - Posted by | Administração Hoteleira, Aguia |

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d blogueiros gostam disto: