ÁGUIA – Consultoria Hoteleira Especializada

Dificuldades são para Profissionais

A Administração Hoteleira:

Há muitos Gestores, se formam como e quando é possível centenas a cada ano ou quase, e no mercado nos deparamos com Empresários insatisfeitos, gestores por sua vez trocando de posições e igualmente descontentes, pois não conseguiram colocar em prática o que acham que aprenderam, e até talvez tenham aprendido só que isso não significa que saibam fazer.

Por outro lado investidores acompanhados de consultores financeiros que não conhecem Hotelaria e mostram dezenas de relatórios bonitos, outros nem tanto e querem convencer seus pagadores de que aquilo é assim, quando na prática tudo é bem diferente disso. Na sua maioria esses consultores se transformam e “moços de recados” e levam os recados normalmente para as pessoas erradas, pois eles não sabem como atingir os resultados que escreveram nos relatórios e em sua prepotência dizem para um Gerente comercial, por exemplo: “você tem que passar a sua ADR para “X”, perguntados como fazer eles prepotentemente respondem, você é pago (a) para isso.

Não, não são e para mostrarmos isso vamos deixar subsídios para se distinguir um Profissional com “P” maiúsculo desses ditos ”profissionais”.

Um destes dias, um grande Profissional de hotelaria foi procurado por uma pequena rede com sede em SP e foi-lhe oferecido a gerência comercial, como Profissional que era passou a dominar a entrevistas e perguntou o que a empresa esperava dele, o entrevistador disse e a entrevista encerrou. Por quê? – O profissional foi claro ao colocar, para fazer o que vocês precisam um Gerente Comercial não teria autonomia para atingir os vossos objetivos, há necessidade de tomar decisões que terão que ser da alçada de um Diretor operacional, ou seja, o grande profissional se posiciona e não compra gato por lebre, sabe o que se tem que fazer, como, quando, onde e de que alçada isso precisa vir. (entenderam a diferença)?

Assistimos assim a um chorrilho de impropérios e de colocações errôneas jamais vistas, mas é isso que está no mercado. O consultor não sabe, e devia como aumentar a diária média, nenhum executivo dá uma ordem sobre o que desconhece, logo temos aqui o já colocado (mocinho de recados engravatado) não é vendendo que se aumenta esta, mas o Gerente comercial tem participação sim, só que como o nome diz a parte dele é comercializar.

Este é de uma forma geral o mercado que temos por aí. Cheio de despreparados desde o investidor mal assessorado ao gestor que tem tudo para aprender. Ele só tem um curso isso ajuda muito, mas não o capacita. Pessoalmente dou oportunidade a todo o recém-formado que me pede colocação, mas eu adoro a verdade e olho nos olhos do sujeito e digo-lhe: “amigo, você é a pessoa que eu preciso, mas eu tenho que ter certeza de que você está disposto a se tornar um profissional, para isso precisa esquecer tudo o que aprendeu e estar disposto a fazer o que deve ter aprendido durante o seu tempo de faculdade que é: a facilidade de aprender. Então eu o ensino como as coisas acontecem no dia a dia e porque têm que ser assim. Aceita?” E assim formamos bons profissionais, ao que a maioria diz que sim para conseguir o emprego, mas é mentira, o que eles também não sabem é que os olhos os traem na entrevista.

Paralelo com este quadro temos os oportunistas que nem sequer percebem que se os ventos mudarem, a “pseudo eficiência” deles muda também. Que eficiência é essa? A da ignorância do desconhecimento da do COMO FAZER.

Entendam uma coisa importante, quando falamos em Administração e mercados, não estamos aqui para reagir a acontecimentos e sim para que os mercados reajam à nossa forma de Administração ou nós estamos administrando de “mentirinha”. Aqueles que como eu, e no País temos muito poucos Administram baseados na Filosofia do Revenue Management, não reagem se programam e os mercados se adaptam a nós, afinal ou sabemos ou não sabemos e um especialista em Gestão Hoteleira Domina e usa os mercados, as crises são para os outros.

Para Hotelaria, Companhias Aéreas, Locadoras de Automóveis, Restaurantes, Empresas de Eventos, Clubes de Golf, Algumas empresas de Manufatura, Frigoríficos e mais umas dúzias de outras, a forma de Administração mais eficaz é de longe e sem dúvida a que se baseia na Filosofia do Revenue Management, mas, por favor, vamos nutrir-lhe o respeito que merece, e não segmenta-lo.

É acima de tudo uma Filosofia de Gestão que para ser bem implementada precisa vir de cima, é muito analítico e pouco comercial, mesmo no Brasil de Hoje permite-nos trabalhar com preços para cinco anos no mínimo com muita tranquilidade e vantagem, não nos obriga a reações bruscas e inesperadas. Mas mesmo nos mais elevados meios acadêmicos trata-se de uma disciplina de Alta Administração um MBA, onde infelizmente uma minoria consegue trafegar pela sua complexidade abrangência e eficiência.

Trata-se de um processo Administrativo que quando e se bem implementado a sua sequência tem muitas lógicas e assim seus resultados são a médio e longo prazo e seus balanços anuais são sempre crescentes – Não há espaço para as frases dos fabricantes de desculpas “Há!!!! Mas os tempos eram outros” não tem nada a ver com os tempos, trata-se de dificuldades de mercado e ou você está apto para enfrenta-las e quase não as sente ou você não está e acaba perdendo o emprego….

Um pouco de realidade para o Fim de Semana do 7 de Setembro.

Anúncios

07/09/2012 - Posted by | Administração Hoteleira, Hoteis, Administração, custos, ética, comportamento, tempos e movimentos, Revenue Management | , , , , , , , , ,

Sorry, the comment form is closed at this time.

%d blogueiros gostam disto: